Galoá Associações

Divulgação- XXIII Encontro Nacional de Estudos Populacionais, entre os dias 23 e 26 de setembro de 2024.

Eventos

Abep

Encontro Nacional

Demografia

Prezada Comunidade Abepiana,

É com imensa alegria que compartilhamos o lançamento do site do XXIII Encontro Nacional de Estudos Populacionais, que acontecerá em Brasília entre os dias 23 e 26 de setembro de 2024, com o tema “Dinâmica demográfica, crise climática e justiça social: desafios para um novo tempo”.

A chamada completa, encaminhada por e-mail em 15 de dezembro de 2023, bem como maiores informações sobre as normas, estão disponíveis no site do congresso, clicando aqui.

A submissão de trabalhos estará aberta até 01 de abril de 2024 através da plataforma clicando aqui.

Agradecemos, desde já, o seu apoio na divulgação desta informação entre as suas redes de pesquisa.

Outras informações vinculadas ao Encontro serão atualizadas no site oportunamente.

Venha fazer parte deste Encontro e contemplar as nuances demográficas que a Capital Brasileira tem a nos oferecer, consolidando ainda mais a comunidade Abepiana!

Maiores informações:https://eventos.galoa.com.br/abep-2024/page/3977-home

Divulgação- XXIII Encontro Nacional de Estudos Populacionais, entre os dias  23 e 26 de setembro de 2024. | ABEP

Atenciosamente,
Organização do XXIII Encontro Nacional de Estudos Populacionais da ABEP

 

Saiba mais

ABEP.CAPACITA- Módulo 3: Envelhecimento populacional e políticas públicas

ABEP.Capacita

Abep

Módulo

Capacitação

A Associação Brasileira de Estudos Populacionais (ABEP) em parceria com o UNFPA, o IBGE e o Governo Federal apresenta o Módulo 3 do Programa ABEP.CAPACITA: Envelhecimento populacional e políticas públicas. A capacitação possui carga horária de 6 horas, e ocorrerá nos dias 18 e 19 de dezembro, das 9h às 12h, via plataforma ZOOM. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 15/12 em: https://bit.ly/abepcapacita

Para mais informações, entre em contato: abep.capacita@gmail.com 

Saiba mais

Divulgação início do do Encontro Nacional sobre População, Gênero, Raça e Etnia: Transversalidade e Interseccionalidades -ABEP

Eventos

Abep

Encontro Nacional

População, Gênero, Raça e Etnia

Transversalidade e Interseccionalidades

No dia 08/11 tivemos o Início do do Encontro Nacional sobre População, Gênero, Raça e Etnia: Transversalidade e Interseccionalidades da Associação Brasileira de Estudos Populacionais (ABEP).

A seguir algumas imagens do evento:

Maiores informações no link:https://www.instagram.com/p/CzZSsOlu3Q3/?igshid=YTIzbXVxM2Fvc3Rp

Saiba mais

A programação do Encontro Nacional sobre Migrações, Ambiente e Trabalho da ABEP no site

Eventos

Abep

Evento

Programação

 O site do evento:  https://www.nepo.unicamp.br/encontro2023-gts-abep/.

Teremos diversas mesas redondas com convidados(as) especiais, além de sessões 
temáticas, nas quais estudantes, pesquisadores(as) e profissionais terão a oportunidade de apresentar e discutir seus trabalhos.

Através do site, você pode conferir os dias e horários das mesas redondas e sessões temáticas, e também as orientações para aqueles(as) que irão apresentar trabalhos. 

Qualquer dúvida, entre em contato conosco através do e-mail: encontrointermediario2023abep@gmail.com

 

Saiba mais

ABEP Capacita - Módulo 2: Povos e Comunidades Tradicionais nas estatísticas oficiais: Indígenas e Quilombolas no Censo 2022

ABEP.Capacita

Abep

Capacitação

Censo 2022

A Associação Brasileira de Estudos Populacionais (ABEP) em parceria com o UNFPA e o IBGE apresenta o  Módulo 2 do Programa ABEP.CAPACITA: Povos e Comunidades Tradicionais nas estatísticas oficiais: Indígenas e Quilombolas no Censo 2022. A capacitação possui carga horária de 8 horas, e ocorrerá das 14h00 às 18h00 nos dias 23 e 24 de outubro de 2023 via plataforma ZOOM. E será ministrado por membros do GT Demografia dos Povos Indígenas do Brasil da ABEP, e também do IBGE.  Inscrições gratuitas até o dia 21/10. Para maiores informações: abep.capacita@gmail.com 

Link da inscrição: https://bit.ly/abepcapacita2

Saiba mais

Eventos em Destaque

Eventos

Eventos

Demografia

Projeções

Eventos em Foco

Saiba mais

XXII Encontro Nacional de Estudos Populacionais

Eventos

ABEP

A pandemia de covid-19 mudou vários aspectos da realidade social e da dinâmica demográfica. A necessidade do distanciamento físico, as dificuldades para controlar a pandemia e as consequências econômicas e políticas ainda continuam afetando a sociedade. Passados dois anos desde o início da crise sanitária, o debate volta-se para o encerramento da pandemia, para as implicações desse processo e para a identificação das mudanças em diversos campos que permanecerão.

Em termos da dinâmica demográfica, as mudanças mais evidentes ocorreram na morbimortalidade, com a covid-19 configurando a principal causa de óbitos e adoecimentos no período. Os efeitos sobre a fecundidade também foram significativos, identificando-se uma tendência de postergação dos nascimentos, e a nupcialidade sofreu relevante impacto com a pandemia e o afastamento social, como a redução expressiva do número de casamentos. Nos processos migratórios foram observados redirecionamentos dos fluxos nos espaços intra e intermunicipais, bem como acirramentos dos conflitos em função das migrações nas fronteiras e entre o Norte e Sul Global.

Todos estes processos precisam ser mais bem compreendidos à luz da disponibilidade de fontes de dados fidedignas e nas escalas adequadas de tempo e espaço. O Censo de 2022 vai ser fundamental nesse processo. Mas a pandemia mostrou empiricamente a importância decisiva de informação demográfica e também de fontes de informações populacionais não tradicionais. Sem informações é impossível construir políticas públicas de saúde, ou de qualquer outra ação que beneficie a sociedade, e que sejam coerentes e eficazes.

Neste contexto, vamos realizar o XXII Encontro da Associação Brasileira de Estudos Populacionais discutindo população, informação e sociedade. Estão tod@s convidad@s a participar!


Diretoria da ABEP
Gestão 2021/2022

Saiba mais

ABEP.CAPACITA | Módulo 1 | Políticas Públicas

ABEP.Capacita

ABEP

A Associação Brasileira de Estudos Populacionais – ABEP – lança o programa ABEP.CAPACITA, série de módulos de formação e capacitação voltada às questões relacionadas à dinâmica demográfica e aos estudos de população.
Os módulos do programa ABEP.CAPACITA são ministrados por pesquisadores e pesquisadoras dedicados a ampliar os diálogos entre o campo de estudos da Demografia e diferentes setores como a gestão, o planejamento e todos aqueles relacionados à dinâmica da população.
O objetivo central do ABEP.CAPACITA é aprofundar os estudos científicos sobre população aplicados a questões contemporâneas, contribuindo para o enfrentamento de desafios e a busca pela construção de soluções vis-à-vis a dinâmica demográfica.
O primeiro módulo do ABEP.CAPACITA, ministrado pelo prof. Dr. Paulo Jannuzzi (IBGE/ENCE), é dedicado ao diálogo entre os estudos populacionais e as políticas públicas. Espera-se que, ao final do curso, o participante seja capaz de compreender os conceitos básicos de Políticas Públicas, sua relação com Estado de Bem-Estar e como a população e dinâmica demográfica são considerados no processo de desenho de programas públicos.
As atividades serão remotas, por meio da Plataforma Zoom, e terão duração de 4 horas, em dois dias: 29 e 30 de junho, das 10h00 às 12h00. O link da sala virtual será enviado após a confirmação do pagamento.

Público alvo: a série ABEP.CAPACITA se destina a profissionais oriundos de instituições dos governos municipais, estaduais e federal, bem como de movimentos sociais e organizações não governamentais, além de discentes de graduação e pós-graduação, interessados nos temas relacionados à dinâmica demográfica e aos estudos populacionais.

Para mais informações, entre em contato: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Inscrições: https://forms.gle/ceuQrDRCu2Ybf7t27

 

                                                                   

                                                         

Saiba mais

Significant impacts of the COVID-19 pandemic on USA ethnic/racial mortality (GT População e Saúde)

GT População e Saúde

GT População e Saúde

28/04/2022

O interesse público pelas desigualdades sociais e de saúde está aumentando. A pandemia de COVID-19 desencadeou declínios na expectativa de vida ao nascer em todo o mundo. Os Estados Unidos da América (EUA) foram particularmente atingidos entre os países de alta renda. Aburto e colaboradores examinaram o impacto da COVID-19 na mortalidade nos EU, com particular interesse dos diferenciais étnico/raciais.

Saiba mais

Webinário 05 da série "População: diversidade, direitos e desenvolvimento” (UNFPA/ABEP) | Jovens do…

Eventos

ABEP

No Webinário 05 da série "População: diversidade, direitos e desenvolvimento" fruto da parceria entre o Fundo de População das Nações Unidas no Brasil (UNFPA) e a Associação Brasileira de Estudos Populacionais (ABEP) será apresentada a seguinte discussão "Jovens do século XXI: o dilema da empregabilidade e da escolaridade". Organizado pelo GT População e Trabalho e do Comitê de Educação da ABEP, o objetivo deste Webinário é trazer à luz discussões recentes e achados sobre os jovens, nas perspectivas de seu mercado de trabalho e escolarização. Serão abordadas as escolhas dos jovens, sua dificuldade no contexto atual, bem como perspectivas para o futuro. A transmissão ocorrerá pelo canal do YouTube da ABEP.

Saiba mais

Webinário 04 da série "População: diversidade, direitos e desenvolvimento” (UNFPA/ABEP) | 150 anos…

Eventos

ABEP

No Webinário 04 da série "População: diversidade, direitos e desenvolvimento" fruto da parceria entre o Fundo de População das Nações Unidas no Brasil (UNFPA) e a Associação Brasileira de Estudos Populacionais (ABEP) será apresentada a seguinte discussão: 150 anos do Censo Demográfico de 1872. Organizado pelo GT População e História da ABEP, o objetivo é apresentar ao público as potencialidades e limites do uso dessa fonte nos estudos de população e demografia, tendo como palestrantes Tarcísio Rodrigues Botelho (UFMG) - “O Recenseamento Geral do Império de 1872 e a pesquisa em demografia histórica”, e Heitor Pinto de Moura Filho (Associação Biblioteca de Cultura) - “As falhas na contagem de crianças no censo de 1872”, com mediação de Dario Scott (Doutor em Demografia pela Unicamp e coordenador do GT População e História da ABEP). Os convidados têm experiência no uso e exploração de fontes censitárias, através da aplicação de métodos da demografia. Ambos têm trabalhos importantes a partir de análises relativas ao Censo de 1872. A comemoração dos 150 anos do primeiro Censo Demográfico brasileiro no próximo ano, é uma oportunidade para discutir esse Censo, que tem a peculiaridade de ter sido o único a ser realizado durante o período escravista.

O evento será transmitido pelo canal do Youtube da ABEP.

Saiba mais

Encontro Nacional sobre Migrações, Trabalho e Gênero (GT Migração)

GT Migração

GT Migração

08/11/2021

Os GTs Migração, População e Trabalho, e População e Gênero, da Associação Brasileira de Estudos Populacionais (Abep), têm o prazer de convidá-las(os) para participar do Encontro Nacional sobre Migrações, Trabalho e Gênero, que se realizará de 8 a 12 de novembro próximo, exclusivamente na forma virtual. As inscrições são gratuitas. O período para submissão de trabalhos será de 08/06/2021 até 18/07/2021.

Para saber mais, clique aqui.

Programação final, clique aqui.

 

 

Saiba mais

Webinário 03 da série "População: diversidade, direitos e desenvolvimento” (UNFPA/ABEP) |…

Eventos

ABEP

No Webinário 03 da série "População: diversidade, direitos e desenvolvimento" fruto da parceria entre o Fundo de População das Nações Unidas no Brasil (UNFPA) e a Associação Brasileira de Estudos Populacionais (ABEP) será apresentada a seguinte discussão: Contracepção de emergência em foco: panorama, contextos e perspectivas. AE é um método anticonceptivo que pode evitar a gravidez após a relação sexual desprotegida, está disponível nos serviços públicos de saúde, mas sua aquisição em farmácias privadas continua sendo a principal forma de acesso ao método. A garantia do acesso à AE é dificultada pela ausência de políticas públicas direcionadas especificamente a este método. O objetivo desta mesa, organizada pelo GT Fecundidade, Comportamento e Saúde Sexual e Reprodutiva da ABEP, é apresentar dados atuais quanto ao uso da AE em alguns contextos internacionais e locais, além de discutir estratégias concretas que facultem melhor acesso a essa importante tecnologia, incluindo a população juvenil. Convidamos pesquisadoras com reconhecido percurso de docência, militância e investigação na área dos direitos reprodutivos para apresentar e debater sobre o assunto.

Link para Webinário: https://www.youtube.com/watch?v=lwKPwQlLSJc

Saiba mais

VI Seminário Nacional População, Espaço e Ambiente e o II Seminário Nacional do Comitê de Projeções…

GT População, Espaço e Ambiente

GT População, Espaço e Ambiente

13/10/2021

O VI Seminário Nacional População, Espaço e Ambiente e o II Seminário Nacional do Comitê de Projeções e Estimativas Demográficas convidam para submissão de trabalhos. Este ano os eventos serão realizados em conjunto entre os dias 13 a 15 de outubro com o tema Novas abordagens e metodologias para se pensar dinâmicas populacionais, espaço e ambiente em tempos de pandemia e mudança climática.

Submissões serão aceitas até o dia 12/08!

Mais informações estão disponíveis no site https://sigeventos.ufrn.br/evento/POPEACPED2021

 

Saiba mais

Fontes de dados alternativos para geração de estimativas e reflexões sobre a distribuição espacial…

GT População, Espaço e Ambiente

GT População, Espaço e Ambiente

30/09/2021

Nas últimas décadas temos observado um processo de redistribuição espacial da população brasileira, decorrente da descentralização das atividades econômicas, iniciado na década de 1970, das deseconomias de aglomeração, do crescimento das cidades médias, dos ciclos e transformações econômicas e sociais (dentre outros processos), que têm contribuído para a mudança nos fatores de expulsão e atração da população, com mudanças importantes no volume e na direção dos fluxos migratórios. Porém, um dos desafios trata-se do acesso a fontes de dados - para além das pesquisas censitárias - que contribuam para a compreensão da dinâmica de redistribuição espacial da população. Diante a este desafio e à relevância do tema para a Demografia, para o planejamento regional e para a sociedade como um todo, procuramos neste webinário contribuir com a participação de dois grandes especialistas que se debruçam sobre metodologias para se pensar fontes de dados alternativos para a geração de estimativas sobre a distribuição espacial da população. Este quinto webinário da parceria entre o GT População, Espaço e Ambiente e o Comitê de Projeções e Estimativas Demográficas têm o apoio da ABEP, da UFABC e da UFRN. O ciclo de webinários também faz parte de uma série de eventos comemorativos dos 15 anos da UFABC e dos 10 anos do Programa de Pós-Graduação em Demografia da UFRN (PPGDem).

Link para o evento: https://www.youtube.com/watch?v=fJzLGeymDgQ

 

Saiba mais

Webinário 02 da série "População: diversidade, direitos e desenvolvimento” (UNFPA/ABEP) | Excesso…

Eventos

ABEP

No Webinário 02 da série "População: diversidade, direitos e desenvolvimento” fruto da parceria entre o Fundo de População das Nações Unidas no Brasil (UNFPA) e a Associação Brasileira de Estudos Populacionais (ABEP) será apresentada a seguinte discussão: Excesso de mortes maternas direta e indiretamente associadas à Covid-19 no Brasil: como orientar as políticas públicas? A pandemia COVID-19 trouxe um novo desafio para a mortalidade materna no Brasil. Ao longo de 2020, o Brasil registrou 549 mortes maternas, principalmente concentradas em gestantes do segundo e terceiro trimestres. Desde então, medidas foram adotadas para proteger este grupo contra a Covid-19. No entanto, a repercussão da Covid-19 para a mortalidade se estende a outras causas que foram negligenciadas por mudanças na organização e provisão de serviços obstétricos. O objetivo deste seminário é apresentar o excesso de óbitos maternos ocorridos no Brasil causados ​​direta e indiretamente pela Covid-19 no ano de 2020. Além disso, analisaremos fatores clínicos sociais e de saúde associados a esses óbitos maternos, quando eles foram causados ​​diretamente pela Covid-19.

Link para Webinário: https://www.youtube.com/watch?v=MpCQgMWYCq4

Saiba mais

Webinário 01 da série "População: diversidade, direitos e desenvolvimento” (UNFPA/ABEP) | …

Eventos

ABEP

No Webinário 01 da série "População: diversidade, direitos e desenvolvimento” fruto da parceria entre o Fundo de População das Nações Unidas no Brasil (UNFPA) e a Associação Brasileira de Estudos Populacionais (ABEP) será apresentada a seguinte discussão: “Investigação da mortalidade excessiva regional durante a pandemia de Covid-19 de 2020 em países selecionados da América Latina”. Foi mensurado o efeito da onda pandêmica de 2020 nos níveis nacional e subnacional em países latino-americanos mais afetados: Brasil, Chile, Equador, Guatemala, México e Peru. Comparou-se a mortalidade, a nível nacional e regional, em 2020 com os níveis de mortalidade de tendências recentes e fornecidas estimativas do impacto da mortalidade na esperança de vida ao nascer. Os resultados indicam que a partir de abril de 2020, a mortalidade excedeu seus níveis mensais usuais em várias áreas de cada país. No México e no Peru, o excesso de mortalidade estava se espalhando por muitas áreas no final do segundo semestre de 2020. Em menor medida, também observou-se um padrão semelhante no Brasil, Chile e Equador, e à medida que a pandemia progredia, o excesso de mortalidade tornou-se mais visível em áreas com piores condições socioeconômicas e sanitárias. Esse excesso de mortalidade reduziu a expectativa de vida nesses países em 2 a 10 anos.

Saiba mais

Abordagens metodológicas para se pensar demandas habitacionais (GT População, Espaço e Ambiente)

GT População, Espaço e Ambiente

GT População, Espaço e Ambiente

26/08/2021

A construção de uma sociedade mais justa, equitativa, resiliente e sustentável inclue entre outros aspectos a capacidade de prover moradia em condições e em quantidade adequadas às demandas de uma população. Não obstante ainda há um longo caminho para entendermos e mensurarmos as demandas por moradia no Brasil. Diante a este desafio e diante à relevância do tema para a Demografia, para o planejamento urbano e para a sociedade como um todo, procuramos nesse webinário contribuir com a participação de dois grandes especialistas que se debruçam sobre metodologias para se pensar demandas habitacionais, de formas complementares e distintas. Este quarto webinário da parceria entre o GT População, Espaço e Ambiente e o Comitê de Projeções e Estimativas Demográficas da ABEP, tem também o apoio do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), por meio da parceria entre a ABEP e UNFPA,  que por sua vez tem contribuído para o entendimento das dinâmicas populacionais no presente e no futuro, para a promoção de um país justo, equitativo e sustentável. O ciclo de webinário também faz parte de uma série de eventos comemorativos dos 15 anos da UFABC.

Saiba mais

Baby bust: queda no número de nascimentos nas cidades brasileiras durante a pandemia de Covid-19 …

GT População e Saúde

GT População e Saúde

29/07/2021

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, o Brasil é um país que tem sido fortemente afetado por essa nova doença e, a partir de março de 2020, viu seus registros de mortalidade aumentarem à medida que o número de Covid-19 infectados saiu do controle. Consequentemente, muitos estudos tentaram explicar a influência dessa doença no número de mortes e possíveis reduções na expectativa de vida da população. Até agora, poucos estudos empíricos foram feitos para compreender os efeitos da pandemia na redução de nascimentos no Brasil. Neste trabalho, buscamos analisar a influência da pandemia Covid-19 sobre o número de nascimentos em seis grandes cidades brasileira. Utilizando dados de Secretárias Estaduais de Saúde, comparamos o número de nascimentos mensais de outubro a dezembro de 2020 e janeiro a março de 2021, com a quantidade de recém-nascidos em meses semelhantes e em anos anteriores à pandemia. Nossos resultados mostram um forte declínio no número de nascimentos em todas as cidades analisadas, sendo que a maior parte das reduções ocorreu na idade das mães acima dos 30 anos. Por conta do cenário incerto que a pandemia nos trouxe, as mulheres estão adiando suas intenções de fecundidade, causando talvez uma redução temporária do número de nascimentos nas principais cidades do Brasil.

 

Assista aqui: clique aqui

Saiba mais

Saúde, População e Ambiente em tempos de pandemia e emergência climática (GT População, Espaço e…

GT População, Espaço e Ambiente

GT População, Espaço e Ambiente

22/07/2021

A saúde, temática central em tempos de pandemia, é o eixo que orienta o debate do terceiro dos webnários da parceria do GT População, Espaço e Ambiente e do Comitê de Projeções e Estimativas Demográficas da ABEP. Recortando análises sobre a pandemia de COVID19 a partir de elementos espaciais os trabalhos buscam entender seus impactos na dinâmica da população brasileira hoje e num futuro próximo. Para tanto aborda dois aspectos: distribuição espacial e características da população para oferecer um panorama sobre impactos no sistema de saúde e na economia em um dos trabalhos, e outro como dados georreferenciados possibilitam monitorar a evolução da pandemia em escala regional/estadual. Busca-se, assim, contribuir com as reflexões sobre a pandemia e suas múltiplas facetas e impactos e como mensurá-las e visualizá-las. Por fim, com esta nova edição os webinários continuam a refletir sobre aspectos da relação entre população, espaço e ambiente através de sua relação com temas transversais como saúde, moradia, metodologia e outros, ampliando o horizonte e debatendo contemporaneamente o estado da arte do campo.

 Inscrições: clique aqui

Transmissão pelo canal do BPT no Youtube: clique aqui

Saiba mais

Como a COVID-19 poderia impedir o progresso com a Pobreza de Aprendizagem?

GT Comitê de Educação

GT Comitê de Educação

Mesmo antes de o COVID-19 forçar o fechamento em massa de escolas em todo o mundo, o mundo estava no meio de uma crise de aprendizagem que ameaçava os esforços para construir capital humano - as habilidades e o know-how necessários para os empregos do futuro. Mais da metade (53 por cento) das crianças de 10 anos em países de renda baixa e média não aprenderam a ler com compreensão ou estavam totalmente fora da escola. Isso é o que o Banco Mundial chama de pobreza de aprendizagem. As melhorias recentes na Pobreza de Aprendizagem foram extremamente lentas. Se as tendências dos últimos 15 anos fossem extrapoladas, levariam 50 anos para reduzir pela metade a pobreza de aprendizado. No ano passado, João Pedro Azevedo e sua equipe propuseram uma meta para reduzir a Pobreza de Aprendizagem em pelo menos metade até 2030. Isso exigiria dobrar ou triplicar a taxa recente de melhoria na aprendizagem, algo difícil, mas alcançável. Mas agora o COVID-19 provavelmente aumentará as lacunas de aprendizado e tornará isso dramaticamente mais difícil.

 O fechamento temporário de escolas em mais de 180 países, no auge da pandemia, manteve quase 1,6 bilhão de alunos fora da escola; para cerca de metade desses alunos, o fechamento das escolas ultrapassa 7 meses. Embora a maioria dos países tenha feito esforços heroicos para implementar estratégias de aprendizagem remotas e corretivas, é provável que ocorram perdas de aprendizagem. Uma pesquisa recente com funcionários da educação sobre as respostas do governo ao COVID-19 pela UNICEF, UNESCO e Banco Mundial mostra que, embora os países e regiões tenham respondido de várias maneiras, apenas metade das iniciativas está monitorando o uso de aprendizagem remota. Além disso, onde o uso está sendo monitorado, o aprendizado remoto está sendo usado por menos da metade da população estudantil, e a maioria desses casos são plataformas online em países de renda alta e média. O fechamento de escolas relacionadas ao COVID-19 está forçando os países ainda mais longe de alcançar seus objetivos de aprendizagem. Os alunos atualmente na escola podem perder US$ 10 trilhões em ganhos trabalhistas ao longo de suas vidas profissionais. Isso é quase um décimo do PIB global atual, ou metade da produção econômica anual dos Estados Unidos, ou duas vezes o gasto público anual global com educação primária e secundária.

Saiba mais

Desigualdades sociais, testagem e indicadores de prevalência de COVID-19 no Brasil (GT População e…

GT População e Saúde

GT População e Saúde

29/06/2021

Esta sessão virtual tem como propósito discutir as grandes desigualdades sociais entre os que tem sintomas, testam e testam positivo no Brasil. Os resultados da pesquisa mostram que, por conta da desigualdade no acesso a serviços de saúde (e em particular aos testes de COVID-19), os resultados dos testes são bons indicadores da prevalência da doença para as classes sociais mais privilegiadas, mas tendem a subestimar a prevalência entre os mais pobres.  Claramente os mais ricos tiveram mais acesso aos testes e foram mais bem diagnosticados que as pessoas de menor renda.

Saiba mais

Metodologias para se pensar População, Espaço e Ambiente - 2 (Desafios e novas abordagens) (GT…

GT População, Espaço e Ambiente

GT População, Espaço e Ambiente

24/06/2021

A relação entre população e ambiente sempre colocou desafios tanto em termos das possibilidades de abordagem e quanto do seu recorte. Contemporaneamente esses desafios foram se desvelando em abordagens metodológicas que colocam em diálogo ferramentas demográficas clássicas com modelagem estatísticas, dados georreferenciados, e inovações na produção de estatísticas oficiais e outros dados demográficos. Divididas em duas mesas os desafios e debates contemporâneos são explorados pelos palestrantes no dias 08 e 24 de junho. Organizada a partir de uma parceria do GT População, Espaço e Ambiente e do Comitê de Projeções e Estimativas Demográficas da ABEP, elas fazem parte de um conjunto de mesas redondas, que vão abordar questões relacionadas tanto à elementos mais teórico e metodológicos dos estudos de população como a relação dessas questões com a produção de estimativas e com a dinâmica (e a mudança) ambiental. Transmissão pelos canais do Bacharelado em Planejamento Territorial (BPT) da UFABC.

 

Saiba mais

Metodologias para se pensar População, Espaço e Ambiente - 1 (Debates presentes e futuros) (GT…

GT População, Espaço e Ambiente

GT População, Espaço e Ambiente

08/06/2021

A relação entre população e ambiente sempre colocou desafios tanto em termos das possibilidades de abordagem e quanto do seu recorte. Contemporaneamente esses desafios foram se desvelando em abordagens metodológicas que colocam em diálogo ferramentas demográficas clássicas com modelagem estatísticas, dados georreferenciados, e inovações na produção de estatísticas oficiais e outros dados demográficos. Divididas em duas mesas os desafios e debates contemporâneos são explorados pelos palestrantes no dias 08 e 24 de junho. Organizada a partir de uma parceria do GT População, Espaço e Ambiente e do Comitê de Projeções e Estimativas Demográficas da ABEP, elas fazem parte de um conjunto de mesas redondas, que vão abordar questões relacionadas tanto à elementos mais teórico e metodológicos dos estudos de população como a relação dessas questões com a produção de estimativas e com a dinâmica (e a mudança) ambiental. Transmissão pelos canais do Bacharelado em Planejamento Territorial (BPT) da UFABC.

 

Saiba mais

Padrão espaço-temporal do COVID-19 e efeitos na expectativa de vida no Brasil (GT População e Saúde)

GT População e Saúde

GT População e Saúde

31/05/2021

O Brasil tem apresentado uma trajetória peculiar diante da COVID-19. Em que pese a narrativa negacionista a respeito da gravidade da pandemia, a disseminação de condutas questionáveis sobre o manejo clínico e a dificuldade de coordenação única sobre as suas formas de mitigação, há aspetos que tornam o país um caso único. A heterogeneidade regional imprime à dinâmica da pandemia no Brasil comportamento em aspectos geográficos e demográficos que trazem repercussão para a organização do serviço de saúde e para os rumos da vigilância da doença. Esta sessão virtual abordará o padrão espaço-temporal da distribuição entre os municípios, e avaliar o impacto do avanço da pandemia na expectativa de vida dos brasileiros.

 

Saiba mais

Corrigindo atraso de notificações de hospitalizações e óbitos por COVID-19 no Brasil (GT População…

GT População e Saúde

GT População e Saúde

19/05/2021

No contexto da COVID-19 no Brasil, os atrasos de notificações e laboratoriais são um problema conhecido na vigilância epidemiológica para monitorar a morbi-mortalidade da doença. O pesquisador apresenta uma proposta de correção de atraso de notificação de hospitalização e óbitos por COVID-19 no Brasil usando um modelo hierárquico bayesiano para prever as hospitalizações e óbitos que ocorreram mas ainda não foram notificados. Serão apresentadas análises para o país e para algumas unidades da federação com os dados mais atuais da epidemia.

Organização: GT População e Saúde

Link do evento: clique aqui

Saiba mais

Eleições para Diretoria e Conselhos 2021-2022

Eventos

ABEP

Assembléia Geral Virtual ABEP 2020

25 de setembro de 2020

O Presidente da Associação Brasileira de Estudos Populacionais, com base no Estatuto, convoca todos os associados em gozo de seus direitos à participarem da Assembleia Geral Ordinária que será realizada, excepcionalmente, em formato virtual, no dia 25 de setembro de 2020, às 14h30 em primeira convocação e às 15h00 em segunda convocação , com transmissão em tempo real no You Tube ( https://www.youtube.com/c/ ABEPDivulgaçãoCientífica ) e Facebook (@abep1976) da ABEP.
No período de 4 a 24 de setembro, todos os associados poderão acessar o Fórum de Discussão para conhecimento e discussão da pauta da Assembléia Geral Virtual.
Para qualquer esclarecimento adicional contactar Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Saiba mais

X Seminário de Demografia dos Povos Indígenas no Brasil: Na iminência do Censo Demográfico 2020 (GT…

GT Demografia dos Povos Indígenas no Brasil

GT Demografia dos Povos Indígenas no Brasil

Saiba mais

Workshop sobre projeções populacionais com metodologia das Nações Unidas

GT Comitê de projeções e estimativas demográficas

GT Comitê de Projeções e Estimativas Demográficas

As Nações Unidas vem apresentando estimativas intervalares para suas projeções populacionais desde a revisão de 2010, aprimorando os modelos a cada rodada de revisão disponibilizada, a última em 2019. Neste sentido, esse evento tem o objetivo central conhecer detalhadamente a metodologia de projeção adotada pelas Nações Unidas e dialogar com pesquisadores brasileiros que trabalham com projeções e estimativas demográficas.

O evento também contará com sessões temáticas para apresentação de trabalhos. Serão sessões de apresentação oral.

Encorajamos o envio de trabalhos científicos inseridos na temática de projeções populacionais e/ou estimativas demográficas, atinentes aos objetivos do Comitê de Projeções e Estimativas Demográficas da Abep, a saber:

  1. Revisar e propor técnicas de estimativas e projeções de níveis e estruturas dos componentes da dinâmica demográfica: mortalidade, fecundidade e migração;
  2. Revisar e propor técnicas de estimativas e projeções de tamanho e estrutura dos núcleos familiares;
  3. Revisar e propor técnicas de estimativas e projeções de volume e estruturas populacionais, incluindo subpopulações.

Data: 2 a 5 de dezembro de 2019.

Local: Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Natal/RN. 

ATENÇÃO: De 8h da segunda-feira, dia 02/12 até 13h da quarta-feira, dia 04/12 o evento será realizado no auditório do NEPSA 1 (Núcleo de Estudos e Pesquisas em Ciências Sociais Aplicadas). O auditório localiza-se no campus da UFRN.

 

E-mail para informações e envio de trabalhosprojecaopopulacionalabep@gmail.com

Instrutora: Helena Cruz Castanheira
Oficial de Assuntos de População do Centro Latinoamericano y Caribenho de Demografia (CELADE) – Divisão de População da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), Nações Unidas.

Inscrição no Evento: até 24/11/2019 - inscrição é gratuita.

Clique aqui e efetue a sua inscrição no Evento

Envio de Trabalhos:

Os trabalhos devem ser em formato de RESUMO EXPANDIDO, contendo introdução, objetivos, metodologia e resultados, além das referências, composto por no máximo quatro páginas, usando como referência a fonte Times New Roman, tamanho 12, espaçamento 1,5 entre linhas. Os arquivos podem ser enviados em formato doc; docx ou pdf.

Os arquivos devem ser enviados para: projecaopopulacionalabep@gmail.com

Prazos

Submissão de trabalhos até 7/10/2019. Envio para: projecaopopulacionalabep@gmail.com
Resultados a partir do dia 11/10/2019.
Inscrição gratuita no evento até 24/11/2019 pelo link

Comissão Organizadora

Flávio Henrique M. de A. Freire - UFRN
Diana Oya Sawyer - IPC
Bernardo Lanza Queiroz - UFMG
Everton Emanuel C. de Lima - UNICAMP
Marcos Roberto Gonzaga - UFRN

Saiba mais

VIII Simpósio Nacional de História da População (GT População e História)

GT População e História

GT População e História

16/10/2019 00:00

O Evento será transmitido a vivo no site do Nepo-Unicamp



Clique aqui
e efetue a sua inscrição


Data
: 16 e 17 de outubro de 2019

Local: Audiório Nepo/Nepp - UNICAMP - Avenida Albert Einstein, 1300


Os estudos de demografia histórica realizados no último meio século trouxeram inegável contribuição acerca do processo de formação da sociedade brasileira. A incursão dos estudiosos por um amplo leque de temas resultou em volumosa coletânea de dados, especialmente informações quantitativas, que possibilitaram revisitar e questionar a historiografia tradicional. Reconhecido o potencial de reinterpretação da Demografia Histórica, o GT População e História da Associação Brasileira de Estudos Populacionais - ABEP propõe o VIII Simpósio Nacional de História da População com o título Os registros populacionais e as perspectivas de pesquisa para as sociedades do passado, no intuito de destacar as possibilidades, potencialidades e lacunas dos registros populacionais para (re)interpretar a história das populações e as sociedades pretéritas a partir de novas perspectivas de pesquisa e diferentes enfoques provocados pela digitalização de inúmeras fontes históricas, até pouco tempo restritas para consulta nos mais variados arquivos, públicos e privados, bem como a partir de ferramentas criadas pela era da informática e que nos últimos anos vem desenvolvendo softwares para o uso dos demógrafos historiadores. 

O VIII Simpósio Nacional de História da População selecionará trabalhos que se ocupem de uma análise crítica de documentos originais, sejam eles produzidos por instituições públicas ou privadas, administrativas, judiciárias ou eclesiásticas, tais como: registros paroquiais e civis (batizados/nascimentos, casamentos e óbitos); recenseamentos populacionais, maços de população ou listas nominativas, censos agrícolas e industriais; registro de terras, entre outros. Esperamos que os trabalhos apresentem uma incursão teórica e historiográfica sobre diversos temas interdisciplinares, a saber: dinâmica demográfica (fecundidade, mortalidade e migração), nupcialidade, domicílios e arranjos familiares, experiências de mobilidade social e espacial; história econômica, história das famílias, demografia da escravidão, etc. em diferentes momentos da história brasileira.


Organização

GT POPULAÇÃO & HISTÓRIA – ABEP

NEPO/Unicamp

 

Saiba mais

Cairo +25 anos: Saúde e Direitos Sexuais e Reprodutivos e Fecundidade

GT Fecundidade, Comportamento e Saúde Sexual e Reprodutiva

GT Fecundidade, Comportamento e Saúde Sexual e Reprodutiva

Categoria :

GT Fecundidade, Comportamento e Saúde Sexual e Reprodutiva

Data:

08/10/2019 - 09/10/2019

Local:

Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP) - Auditório Paula Souza - Av. Dr. Arnaldo, 715 - Cerqueira César
São Paulo, SP, Brasil

Email :

gtcomfecundidade@gmail.com

 

Clique aqui e acesse a Programação Final

Saiba mais

XI Encontro Nacional sobre Migrações (GT Migração)

GT Migração

GT Migração

09/10/2019 00:00

Apresentação

O GT de Migração da Associação Brasileira de Estudos Populacionais (Abep) tem o prazer de convidá-los para participar do XI Encontro Nacional sobre Migrações, que se realizará nos dias 9 e 10 de outubro de 2019 em São Paulo – SP no Museu da Imigração do Estado de São Paulo. 

No evento serão apresentados os artigos científicos selecionados a partir da submissão de resumos expandidos encaminhados à Comissão Organizadora do Encontro, e que foram aprovados para apresentação em Sessão Temática (oral) ou Sessão de Pôsteres.

Foram submetidos 126 resumos expandidos para a Comissão Organizadora do Encontro. Desses, 25 trabalhos foram indicados para apresentação em Sessão Temática (oral) e 88 trabalhos foram indicados para apresentação em Sessão de Pôsteres. Os resumos foram avaliados pelo Comitê Científico, pelo método duplo cego (clique aqui para Lista de trabalhos aprovados).


Inscrições

Salientamos a necessidade da realização de inscrição (gratuita) para participar do evento

clique aqui para efetuar a Inscrição.

Para viabilizar sua presença no evento, lembramos que os participantes deverão buscar recursos junto às fontes de fomento.


Apresentação em Sessão Temática

  • Verifique o dia e a hora de sua Sessão Temática. Apresente-se com 15 minutos de antecedência para transferir o arquivo digital correspondente à sua apresentação;
  • Cada apresentação terá o tempo máximo de 15 minutos. Respeite esse limite para que todos possam fazer as respectivas apresentações e para que haja tempo ao final para debate com a audiência;
  • O certificado somente será emitido se o trabalho for apresentado pelo(a) autor(a) ou coautor(a).


Apresentação em Sessão de Pôsteres

  • Deve-se apresentar um pôster para cada trabalho. O pôster deverá ter as seguintes dimensões: 90 cm de largura e 110 cm de altura. O pôster deverá ter orientação vertical;
  • Sugerimos aos(às) autores(as) que as mensagens sejam claras para o público. Recomenda-se a apresentação de gráficos, tabelas, fotografias, mapas ou outros recursos visuais que permitam interpretar o conteúdo do trabalho;
  • O pôster deve conter: introdução, objetivos, métodos, resultados, conclusões e referências, tudo de forma sucinta e clara;
  • Na parte superior do pôster deve constar: título do trabalho, nomes dos(as) autores(as) e afiliação institucional;
  • Ao menos um(a) dos(as) autores(as) deverá estar presente no dia e horário da apresentação;
  • A apresentação será feita na presença de um(a) moderador(a) e terá tempo máximo de 5 minutos.


Publicação nos anais

Instruções para os (as) autores (as)

Para que o trabalho seja publicado nos anais do evento, o prazo para o envio do texto em formato editável (doc, docx, rtf) é o dia 16 de setembro, de acordo com as normas divulgadas em carta de aceite.

Importante:
Somente os trabalhos efetivamente apresentados no Encontro serão publicados nos anais.

Para os trabalhos aprovados em Sessão Temática (oral), o texto completo deverá ter entre 15 e 30 páginas, fonte Times New Roman tamanho 12, espaçamento 1,5 linhas, margens superior e inferior 2,5 cm e esquerda e direita 3,0 cm. A estrutura do texto deve conter um resumo de até 200 palavras e de 3 a 5 palavras-chave. Somente os trabalhos efetivamente apresentados no Encontro serão publicados.

Para os trabalhos aprovados em Sessão de Pôsteres, o texto será publicado como resumo expandido e deverá ter entre 5 e 10 páginas, fonte Times New Roman tamanho 12, espaçamento 1,5 linhas, margens superior e inferior 2,5 cm e esquerda e direita 3,0 cm. Somente os trabalhos efetivamente apresentados no Encontro serão publicados.

Solicitamos que o envio do texto seja realizado por e-mail destinado a Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.mltia@ai.oia@ai.o com o assunto “Envio Trabalho Completo” ou “Envio Resumo Expandido/Poster”, de acordo com a sessão em que foi aprovado, e no corpo da mensagem os nomes completos dos (as) autores (as).


Comissão Organizadora

Wilson Fusco - Coordenador do GT Migração

Roberta Peres - Sub-coordenadora do GT Migração

Ana Paula Pyló – Secretaria da Abep

 

Saiba mais

V Seminário Nacional População, Espaço e Ambiente (GT População, Espaço e Ambiente)

GT População, Espaço e Ambiente

GT População, Espaço e Ambiente

19/08/2019 00:00

“Políticas públicas, dinâmica populacional e ambiente: dilemas da sustentabilidade e do desenvolvimento”

em parceria com

XVIII Seminário Sobre a Economia Mineira – 19 a 23/08/2019

“A Crise da Mineração e as Perspectivas Econômicas, Sociais e Ambientais de Minas Gerais e do Brasil”

Com o tema geral “Políticas públicas, dinâmica populacional e ambiente: dilemas da sustentabilidade e do desenvolvimento” o evento de 2019 coloca no centro da discussão a intersecção entre os estudos populacionais e suas relações com a dinâmica ambiental e com as políticas públicas.

A escolha pelo tema vem em um momento em que se vivenciam mudanças importantes na dinâmica, estrutura e composição da população brasileira. Entre tais transformações podemos citar o rápido processo de envelhecimento da população brasileira, que tem refletido em mudanças no padrão de consumo da população. Ocorre também a redução na densidade domiciliar, que repercute na busca pela ampliação do número de unidades habitacionais, expandindo por um lado a mancha urbana e por outro a verticalização. Além disso, tem-se observado o aumento da pobreza, decorrente de anos subsequentes de crise econômica, que tendem a ampliar as áreas de ocupação nas cidades brasileiras, inclusive sobre áreas ambientalmente frágeis.

Em termos da dinâmica ambiental há transformações produtivas e na dinâmica urbana, cujos impactos no ambiente ainda estão por serem mensurados de forma concreta. Somam-se a isso três aspectos importantes: o acirramento dos efeitos das mudanças climáticas nos diferentes biomas do país; as demandas e lutas pelo direito a se produzir e a utilizar a terra de forma múltipla; e a ascensão de um discurso sobre sustentabilidade, cujos sentidos e objetivos ainda não foram completamente equacionados tanto na esfera do poder público quanto na contribuição e incentivos vindos do mercado. Além desses temas complexos, há ainda um conjunto de desafios em termos de flexibilização da legislação ambiental, como as mudanças implementadas no código florestal e as ameaças atuais de redução das áreas de conservação, colocando em risco áreas até então preservadas.

Em um cenário como esse é importante que se faça um balanço do quanto as políticas públicas vêm proporcionando uma resposta ou uma antecipação aos efeitos dessas transformações, a fim de que elas não sejam transformadas em desastres socioeconômicos e ambientais. Igualmente espera-se pensar cenários e propostas de caminhos futuros que contribuam para a compreensão de forma mais objetiva acerca da complexa engrenagem da relação entre dinâmica populacional e ambiente. Seguindo o cerne interdisciplinar do GT, o seminário deste ano pretende promover o diálogo entre pesquisadores, alunos e profissionais de diferentes matrizes disciplinares para discutir e aprofundar o conhecimento sobre esses tópicos e oferecer contribuições relevantes para análises e propostas de políticas públicas.

O evento ocorrerá nos dias 19 e 20 de agosto de 2019, na Casa da Glória, em Diamantina-MG. A escolha do lugar, o estado de Minas Gerais, é simbólica para pensar algumas das questões que têm mobilizado a discussão dentro e fora da comunidade acadêmica sobre a relação entre componentes da dinâmica demográfica e meio ambiente, além de ser um espaço que permitirá expandir a discussão da temática, dado que o evento ocorrerá no mesmo local e conjuntamente com o Seminário de Economia Mineira, promovido pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Mantendo a tradição os seminários do GT PopEA não cobram inscrição e são realizados bianualmente nos anos em que não acontece o evento nacional da ABEP como uma forma de manter os encontros anuais do grupo de trabalho e também expandir as discussões com outros pesquisadores, alunos e profissionais que têm interesse na temática.

Informações complementares


Saiba mais

Seminário: 25 anos do Cairo: população, desenvolvimento e a agenda de direitos ampliada

Eventos

ABEP

PROGRAMAÇÃO

Dia 04/07

09h00 - Café de boas vindas

09h30 - Sessão de abertura

10h00-12h00 - Conferência de abertura: Programa de Ação da Conferência Internacional de População e Desenvolvimento: o papel dos movimentos sociais no Cairo

Conferencista: Margareth Arilha (NEPO/Unicamp)

12h00-14h00 - Almoço

14h00-16h00 - Mesa Redonda - Da CIPD (Cairo/94) à Cúpula de Nairóbi CIPD 25: desafios presentes, respostas e perspectivas do Brasil na implementação da agenda de população e desenvolvimento

Coordenador: Richarlls Martins (REBRAPD)

Expositores: Jacqueline Pitanguy (CEPIA), Junia Quiroga (UNFPA), Rosane Borges (ECA/USP)


16h00-16h15 – Coffee break

16h15-18h15 – Mesa Redonda - Migração e refúgio: dilemas contemporâneos e a agenda de direitos humanos

Coordenadora: Roberta Peres (UFABC)

Expositores: Rosana Baeninger (NEPO/Unicamp), Duval Fernandes (Puc Minas), Leonardo Cavalcanti (UnB), Wilson Fusco (Fundaj)

18h15 – Lançamento do livro: “Migrações Venezuelanas” e Exposição de Fotos "La Jornada"

Organização e apoio

Saiba mais

XXI Encontro Nacional de Estudos Populacionais

Eventos

ABEP

A Associação Brasileira de Estudos Populacionais - ABEP – tem o prazer de convidar a comunidade científica para o XXI Encontro Nacional de Estudos Populacionais, que acontecerá no período de 22 a 28 de setembro de 2018, em Poços de Caldas, Minas Gerais, com o tema central “População, Sociedade e Políticas: desafios presentes e futuros”.

Desde de 1978, os Encontros Nacionais da ABEP têm propiciado a integração, a troca de informações e de experiências entre pesquisadores, alunos e gestores públicos sobre diversos e importantes temas populacionais. Constitui-se enquanto um espaço promotor de debates acerca das condições de bem-estar da população, deslocamentos populacionais, fecundidade, comportamento sexual e reprodutivo, morbidade, mortalidade, meio ambiente, urbanização, relações de gênero, mercado de trabalho, subsídios para elaboração, implementação, monitoramento e avaliação de políticas públicas, entre outras temáticas.

Dando continuidade a essa trajetória de discussões atuais e instigantes, o tema central “População, Sociedade e Políticas: desafios presentes e futuros” propõe a abordagem das várias dimensões e interações relativas a dinâmica demográfica, a organização da sociedade e a participação democrática dos diferentes segmentos da sociedade.

Aspectos da dinâmica demográfica brasileira têm emergido fortemente nas discussões políticas, sociais e econômicas que enfatizam a necessidade de se operar importantes mudanças em políticas sociais que podem produzir impactos significativos na população brasileira. A regulamentação das relações de trabalho, a manutenção do Sistema Único de Saúde, os rumos do Ensino Público, a garantia dos direitos que preservam a dignidade humana, de grupos populacionais mais vulneráveis, do meio ambiente e o futuro da Previdência Social são pautas centrais no atual cenário de debates e embates para lidar com as consequências da recente crise econômica e enfrentamento dos desafios futuros decorrentes do processo de envelhecimento populacional em curso. Nesse sentido, o tema central do XXI Encontro Nacional de Estudos Populacionais convida a comunidade de demógrafos e especialistas interessados nas condições de vida das populações à contribuírem no aprofundamento qualificado desse debate.

Para além de estimular a análise das mudanças sociais e institucionais ocorridas e em curso, o XXI Encontro igualmente incentivará reflexões sobre a produção e disseminação do conhecimento demográfico no país. Em particular, refletir sobre as condições atuais da formação de pesquisadores em Demografia e da inserção nacional e internacional de demógrafos e estudiosos de população.

O XXI Encontro se constituirá em espaço para a divulgação e discussão da produção científica da comunidade de demógrafos e especialistas em temas de população, destacando análises a partir das principais Fontes de Dados sócio-demográficos (Censos, pesquisas domiciliares, registros administrativos) e de informações provenientes de pesquisas específicas. Entre as atividades destacam-se:

  • Plenárias que abordarão questões relativas ao tema central do Encontro;
  • Sessões temáticas e de Pôster organizadas por 8 Grupos de Trabalho e 2 Comissões Temáticas da ABEP que contemplarão uma ampla gama de temas de pesquisa de interesse dos associados;
  • Reuniões dos Grupos de Trabalho, Comissões Temáticas e Grupos ou Redes de Pesquisa;
  • Grupos de Discussões temáticas e metodológicas de pesquisas desenvolvidas por pós-graduandos;
  • Minicursos;
  • Lançamento de livros.

Convidamos para a submissão de propostas para as sessões regulares e pôsteres que versam sobre as temáticas de demografia histórica; dinâmica demográfica; fecundidade; mortalidade; saúde, domicílios e famílias; relações de gênero; cidades e urbanização; migração interna e internacional; pobreza e desigualdade; população e desenvolvimento; povos indígenas; etnia e raça; educação; projeções; métodos demográficos; estudos de população em fronteiras; população e ambiente; sistemas de informações; indicadores, entre outros.

Saiba mais

Encontro Nacional de Estudo de População, Trabalho, Fecundidade e Comportamento Sexual e Reprodutivo

GT População e Trabalho

GT População e Trabalho

Os GT’s “População e Trabalho” e “Fecundidade, Comportamento Sexual e Reprodutivo”, da Associação Brasileira de Estudos Populacionais (Abep), têm o prazer de convidá-los para participar do evento conjunto Encontro Nacional sobre "População, Trabalho, Fecundidade e Comportamento Sexual e Reprodutivo" que se realizará de 22 a 24 de Novembro de 2017, em Belo Horizonte (MG), nos auditórios do Cedeplar, da Universidade Federal de Minas Gerais.

No evento serão apresentados trabalhos científicos selecionados a partir da submissão de trabalhos completos e resumos expandidos, encaminhados à comissão científica do encontro e aprovados para exposição oral ou apresentação de pôsteres. A prioridade de aprovação para apresentação oral será dada aos trabalhos completos enviados.

Seguindo as normas gerais dos eventos científicos, o trabalho completo deverá ter no máximo 20 páginas em Times New Roman tamanho 12 com espaçamento 1,5 linhas, e o resumo expandido deverá evidenciar de forma clara os objetivos, metodologia, fonte de dados e resultados do trabalho, sendo de no máximo quatro páginas.

Seu nome poderá aparecer como autor ou coautor, no máximo, em três trabalhos, incluindo pôster. A verificação será feita após a avaliação final e, caso haja mais de três trabalhos aprovados, os autores serão notificados.

A programação preliminar conta com sessões temáticas e mesas redondas com temas propostos por cada grupo de trabalho e uma mesa redonda, uma sessão plenária e o encerramento conjunto. Como sugestão, os trabalhos podem abranger:

Temas do GT População e Trabalho

  1. Atividade econômica, trabalho doméstico e as preferências reprodutivas
  2. Mercado de trabalho em transformação: desafios para jovens e idosos
  3. Desigualdades espaciais, de gênero e raça no mercado de trabalho
  4. Trabalho e previdência: diferenças entre segmentos demográficos hoje e no futuro

Endereço para envio dos trabalhos e resumos expandidos: gtpoptrabalho.abep@gmail.com

Comissão Organizadora

Profa. Maria de Fátima Lage Guerra

Profa. Luana Myrrha e Maria Alice Remy

 

Temas do GT Fecundidade, Comportamento Sexual e Reprodutivo

  1. Fecundidade, educação e mercado de trabalho entre jovens e adolescentes
  2. Saúde sexual e direitos reprodutivos no Brasil no século XXI
  3. Níveis e tendências da fecundidade no Brasil e América Latina
  4. Fontes de dados sobre fecundidade e saúde reprodutiva: possibilidades e limitações
  5. Aborto e Contracepção - velhos e novos desafios

Endereço para envio dos trabalhos e resumos expandidos: gtfecundidadesr.abep@gmail.com

Comissão Organizadora

Profa. Adriana de Miranda Ribeiro

Profa. Sandra Valongueiro

 

Prazos

Submissão de trabalhos completos ou resumos expandidos até 02/10/2017.

Resultados a partir do dia 20/10/2017.

 

Apresentação dos trabalhos:

 

Para a apresentação oral:

  • Preferencialmente, utilize “Apresentação em Power Point” (considere ter sempre uma cópia de segurança seja em pendrives diferentes, salvando uma versão alternativa em pdf ou enviando seu arquivo Power Point para o seu próprio e-mail);

  • A exposição de cada trabalho não deve ultrapassar 15 minutos. 

  • Para garantir boa visibilidade, o tamanho da letra deve ser igual ou superior a 22;

 

 Para apresentação de pôster:

  • O pôster deve ter aproximadamente as seguintes dimensões: 0,90 m de largura e 1,10 m de altura. O pôster deve ter orientação vertical;

  • A letra do texto apresentado no pôster deve ter fonte pelo menos tamanho 20; 

  • Na parte superior deve estar em destaque: o título, os nomes dos autores e afiliação institucional;

  • Pelo menos um dos(as) autores(as) deverá estar presente no momento da apresentação  para avaliação (que terá duração de 5 minutos) e para atender consultas do público.

 

Comissão Científica

A comissão científica é formada por pesquisadores da área de diversos centros no Brasil.

 

Inscrição

Clique aqui para efetuar a sua inscrição

Saiba mais

IV Seminário Nacional População, Espaço e Ambiente (GT População, Espaço e Ambiente)

GT População, Espaço e Ambiente

GT População, Espaço e Ambiente

23/10/2017 00:00
Baixe o aplicativo com a programação ou acesse o link
 
 
 
Big data e análises espaciais nos estudos de população
 
O Grupo de Trabalho População, Espaço e Ambiente – PopEA, da Associação Brasileira de Estudos Populacionais (ABEP) e a Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA/UNICAMP) têm o prazer de convidá-los para participar e submeter trabalhos ao IV Seminário Nacional sobre População, Espaço e Ambiente, que se realizará nos dias 23 e 24 de Outubro de 2017, em Limeira, SP, nas dependências da FCA/UNICAMP. 
 
O link da chamada de trabalhos pode ser acessado em: Chamada de trabalhosIV Seminario GT
 
A submissão de trabalhos, sob a forma de resumos expandidos, vai até 15 de agosto. Os resultados com os trabalhos selecionados serão divulgados até 25 de agosto.31 de setembro.
 
Com o tema geral Big data e análises espaciais nos estudos de população, o evento visa reunir profissionais com trabalhos e interesse na área de População, Espaço e Ambiente, e especialmente, das diversas áreas com estudos com grandes bases de dados e análises espaciais.
 
Para isso o evento visa não apenas discutir a temática contemporânea como também fomentar trabalhos que busquem relacionar os estudos na área de população e ambiente com análises espaciais e com o uso de big data, permitindo também a aproximação da comunidade dos estudos de população com aquela dedicada aos estudos de big data.
 
A proposta é, assim, a de promover o encontro entre os estudiosos de população, sobretudo os dedicados aos estudos ambientais, que possuem na perspectiva espacial uma área de atuação importante, com estudiosos dos big datas e das análises espaciais. Este encontro visa identificação de sinergias e mútua apropriação: dos primeiros, que visam incorporar em suas pesquisas estes grandes bancos de dados, e dos segundos, que pretendem incorporar o olhar populacional às suas análises. O ganho para ambos é o adensamento das fronteiras interdisciplinares e a possibilidade de desenvolvimentos teórico-metodológicos inovadores, bem como novas aplicações e soluções para problemas de larga escala, especialmente sobre distribuição espacial da população e indicadores de mudanças ambientais.
 
O seminário contará com espaço para apresentação em pôsteres e sessões temáticas, mesas redondas e plenárias, visando potencializar tais encontros e trocas de experiências.
 
Se estimula a submissão de trabalhos nas áreas designadas abaixo, mas não restritas a elas, somente:
  • Dinâmica Populacional e Mudanças Climáticas
  • Dados e métodos em análise espacial nos estudos de população, espaço e ambiente
  • Estruturação do espaço: para além da dicotomia campo-cidade
  • Ambiente e consumo: dinâmica demográfica e urbanização
  • Migração e ambiente
  • Análises matriciais / estatísticas aplicadas a estudos de população
  • Novas abordagens para dados sociodemográficos convencionais
  • Novas fontes de dados para estudos de mobilidade e migração
  • Indicadores e modelos socioambientais aplicados aos temas de população e ambiente
  • População, ambiente e saúde
  • Risco, vulnerabilidade e ambiente 

Programação

Mais informações

 

Realização

 

Apoio

 

 

 

 

 

Saiba mais

VII Simpósio Nacional de História da População (GT População e História)

GT População e História

GT População e História

18/10/2017
O VII Simpósio Nacional de História da População, com o tema “50 anos de Demografia Histórica: passado, presente e futuro”, busca refletir acerca das contribuições, avanços, potencialidades, limites e, acima de tudo, do estado da arte de uma disciplina que chega ao seu quinquagenário. A proposta do simpósio se mostra de grande relevância por estimular uma análise do caminho percorrido pela Demografia Histórica e de seu contexto atual, assim como fornece uma base para a discussão sobre o futuro das populações. Ademais, destaca fenômenos relevantes no âmbito da formação de famílias, reprodução social, fecundidade, migrações, mortalidade, ciclos de vida e outros, em uma perspectiva histórica. Isso tem suscitado a formação de amplas redes de pesquisadores, quer por intermédio de centros, núcleos, grupos e projetos de pesquisa vêm dedicando atenção a esses temas.
 
O VII SNHP visa também oferecer subsídio para o desenvolvimento de estudos e pesquisas ao nível de Graduação e de Pós-Graduação, a partir da realização de atividades sobre temáticas que envolvam a Demografia Histórica. A atividade está organizada de forma a: 1) abordar o estudo da população e das variáveis demográficas – ritmo de crescimento, estrutura etária por sexo, fecundidade, nupcialidade, mortalidade e migração; 2) discutir as possibilidades e experiências de pesquisas no âmbito da Demografia Histórica a partir de fontes documentais variadas disponíveis para as diversas regiões do Brasil, especialmente as regiões Nordeste e Amazônica, e dos métodos e técnicas empregados; 3) realizar uma discussão acerca dos 50 anos da disciplina Demografia Histórica na Europa e no Brasil, seus avanços, lacunas, desafios e perspectivas futuras.
 
 
 
 
 
 

Realização

 
Apoio
Saiba mais

X Encontro Nacional sobre Migração (GT Migração)

GT Migração

GT Migração

16/10/2017

 

Baixe a programação no seu celular ou tablet

 ou   http://applink.com.br/gtmigra2017

 

Apresentação

O GT de Migração da Associação Brasileira de Estudos Populacionais (Abep), tem o prazer de convidá-los para participar do X Encontro Nacional sobre Migração que se realizará de 16 a 18 de Outubro 2017 em Natal (RN), no campus da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

No evento serão apresentados os artigos científicos selecionados a partir da submissão de trabalhos completos e resumos expandidos encaminhados à comissão científica do encontro e aprovados para exposição oral, que se referem a artigos completos, ou então apresentação de pôsteres. A prioridade de aprovação para apresentação oral será dada aos trabalhos completos enviados.

Seguindo as normas gerais dos eventos científicos, o trabalho completo deverá ter no máximo 20 páginas em Times New Roman tamanho 12 com espaçamento 1,5 linhas, e o resumo expandido deverá evidenciar de forma clara os objetivos, metodologia, fonte de dados e resultados do trabalho, sendo de no máximo 4 páginas.

Seu nome poderá aparecer como autor ou coautor, no máximo, em três trabalhos, incluindo pôster. A verificação será feita após a avaliação final e, caso haja mais de três trabalhos aprovados, os autores serão notificados.

A programação preliminar conta com sessões temáticas e mesas redondas. Como sugestão, os trabalhos podem abranger os seguintes temas:

1) Migração interna e pendularidade;

2) Mudanças na migração no início do século XXI;

3) Migração internacional; e

4) Questões locais e regionais sobre expansão demográfica, migração e ambiente.

As mesas redondas trarão convidados para discutir temas de relevância atual. 

 

 

Apresentações:

 

Oral: Cada sessão temática terá 4 trabalhos a serem apresentados de forma oral, com um tempo de até 15 minutos cada um, podendo fazer uso de recursos como powerpoint.

Poster: Os posteres deverão ter formato padrão, de 0,75m de largura por 1,10m de altura, a serem afixados em espaço apropriado. Para isto é necessário levar fita dupla face. Cada sessão de apresentação terá espaço para até 10 posteres que estarão localizados junto à mesa de coffee break.

 

Faça aqui sua inscrição

 

Realização

 

Apoio

 

 

Saiba mais

IX Seminário de Demografia dos Povos Indígenas no Brasil (GT Demografia dos Povos Indígenas no…

GT Demografia dos Povos Indígenas no Brasil

GT Demografia dos Povos Indígenas no Brasil

Saiba mais

Mesa Redonda "Transformações demográficas Brasileiras: compreendendo a diversidade pela Interdisciplinaridade"

Eventos

ABEP

A ABEP é organizadora da mesa redonda "Transformações demográficas Brasileiras: compreendendo a diversidade pela Interdisciplinaridade" dentro da programação da 69a Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que ocorrerá entre os dias 16 e 22 de julho de 2017, em Belo Horizonte. A mesa da ABEP ocorrerá no dia 19/07, das 15h30 às 18h00.

Confira a programação completa da 69a RA da SBPC

Saiba mais

Seminário "População, Desenvolvimento e Políticas: direções e sentidos dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável"

Eventos

ABEP

A dinâmica populacional desempenha um papel central em qualquer estratégia de desenvolvimento social ou econômico. Mais do que a simples avaliação do contingente populacional, elementos como a estrutura etária, diferenciais de gênero, padrões de consumo, entre outros, são aspectos subavaliados na elaboração de planos de ação. Neste sentido, faz-se importante discutir para um público mais amplo o que o campo de estudos de população tem a contribuir no sentido da melhor compreensão na interface população-desenvolvimento-políticas. Dentro deste contexto, os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) propiciam um espaço de debate favorável a incorporação dessas preocupações. Mais do que atingir metas de indicadores, o entendimento dos processos subjacentes se configura como um excelente potencial para direcionamento e articulação de ações políticas focalizadas.

Passados 20 anos da publicação do documento “Shaping the 21th Century: The Contribution of Development Cooperation” (OCDE, 1996), pensar e refletir criticamente as metas de bem-estar econômico, desenvolvimento social e sustentabilidade ainda é uma agenda central. E não se pode pensar nesses aspectos sem passar pelo entendimento das profundas mudanças demográficas por que passaram e passam os países em desenvolvimento. Entender as desigualdades regionais e locais que tensionam esses objetivos é fundamental. Assim, o evento tem como objetivo colocar em evidência esse debate através de um seminário temático aprofundado sobre os temas populacionais e suas interfaces com o desenvolvimento e as políticas públicas do setor.

Saiba mais

VII Congreso de la Asociación Latinoamericana de Población e XX Encontro Nacional de Estudos Populacionais

Eventos

ABEP

Hotel Bourbon Cataratas - Rodovia das Cataratas, Km 2,5 - Vila Yolanda
Foz do Iguaçu, Brasil

Saiba mais

III Seminário do GT População, Espaço e Ambiente (GT População, Espaço e Ambiente)

GT População, Espaço e Ambiente

GT População, Espaço e Ambiente

22/10/2015

O Grupo de Trabalho População, Espaço e Ambiente – PopEA, da Associação Brasileira de Estudos Populacionais (ABEP), têm o prazer de convidá-los para participar e submeter trabalhos ao III Seminário Nacional sobre População, Espaço e Ambiente, que se realizará nos dias 22 e 23 de Outubro de 2015, no Rio de Janeiro, RJ, nas dependências do IBGE.

O evento tem o objetivo de debater as principais questões relacionadas a dinâmica população, espaço e ambiente que estiveram presentes ao longo dos 25 anos de existência do GT, mas, principalmente, atentar para os desafios presentes e futuros que farão parte da agenda de pesquisas do grupo, tendo como conceito norteador a discussão sobre as utopias e realidades da sustentabilidade.

 

Saiba mais

IX Encontro Nacional sobre Migrações (GT Migração)

GT Migração

GT Migração

14/10/2015

O GT de Migração da Associação Brasileira de Estudos Populacionais (Abep), o Núcleo de Estudos de População “Elza Berquó” (Nepo) e o Programa de Pós-Graduação em Demografia da Unicamp – Universidade Estadual de Campinas têm o prazer de convidá-los para participar do IX Encontro Nacional sobre Migrações que se realizará de 14 a 16 de Outubro 2015 em Campinas, no campus da Unicamp.

Saiba mais

VIII Seminário de Demografia dos Povos Indígenas no Brasil: Saúde, Território e Ambiente (GT…

GT Demografia dos Povos Indígenas no Brasil

GT Demografia dos Povos Indígenas no Brasil

Saiba mais

Seminário Internacional: Família, Gênero e Gerações

Eventos

ABEP

O Objetivo

A proposta é discutir, da perspectiva demográfica, as relações entre família, gênero e gerações em diferentes espaços e temporalidades.

Nas sociedades ocidentais, de maneira geral, a família vem sofrendo profundas transformações, perceptíveis até mesmo ao olhar do senso comum.  Entre elas avultam as mudanças de cunho sociodemográfico como a queda da fecundidade que, via de regra, encontra-se ou próxima de nível de reprodução ou bem abaixo dele (low-low fertility) ou ainda as mudanças verificadas na estrutura e composição das famílias, envolvendo transformações nas relações de gênero e entre gerações. Destaque-se aí o maior acesso das mulheres à educação formal em todos os graus e sua crescente participação no mercado de trabalho em todos os níveis ocupacionais (incluindo-se cargos de gerência e chefia). Tais alterações repercutem necessariamente na organização família, com a substituição crescente do modelo do provedor masculino pelo modelo do casal de dupla renda; pela aumento da autonomia feminina e tendência à maior equidade das relações de gênero que se refletem na disseminação dos domicílios de chefia feminina em todas as classes sociais. Por outro lado, a legitimação social das relações homoafetivas e as transformações jurídicas dela decorrente constitui sem dúvida, inovação expressiva nas relações de gênero intrafamiliares. Não se deve esquecer, porém, o aumento das uniões consensuais tanto nos países do hemisfério norte, onde elas eram pouco frequentes, quanto nos países latino-americanos onde, a partir do histórico confinamento nas camadas de menor renda, se espalham por todas as classes sociais.

Ao mesmo tempo, o aumento da esperança de vida (longevidade) associada à redução da população jovem remodelam as relações entre as gerações. Destaque-se, da perspectiva da família, as novas atribuições dos idosos, seja nos cuidados dos mais novos, seja na transmissão intergeracional de renda, seja na própria dinâmica entre pais e filhos, cuja convivência se estabelece em outros termos etários: pais e filhos conviverão mais tempo enquanto adultos, ao passo que as gerações mais jovens, cujo tamanho vem se reduzindo têm diminuída a disponibilidade de parentes da mesma idade.  

Por outro lado, no plano dos valores e das ideologias, a valorização do individualismo nas sociedades contemporâneas envolve a redefinição das relações pessoais e familiares. O divórcio e o recasamento crescem continuamente, atestando que não se trata de desvalorização da família, mas sim de maior exigência de satisfação afetiva nos relacionamentos pessoais, de modo que estes não mais devem sobreviver à morte do amor.

Tais processos de transformação sociodemográfica, envolvendo ao mesmo tempo mudanças e permanência de padrões familiares que poderiam já estar presentes em nosso passado, se refletem claramente na pluralidade dos arranjos domiciliares nas sociedades ocidentais contemporâneas: o crescimento dos domicílios unipessoais, dos casais sem filhos, das famílias monoparentais, das reconstruídas, dos casais homoafetivos, da responsabilidade feminina pelo domicílio exigem reflexão profunda por parte de especialistas de diferentes países.

O Programa

Os convidados estão distribuídos em 07 mesas:

  • Família, entre o passado e o presente
  • Estado, Gênero e Família
  • Envelhecimento e Família
  • Família, Trabalho e Migrações
  • Família: variações étnicas e culturais
  • Família, Políticas Sociais e Nupcialidade
  • Questões Metodológicas nos Estudos de Famílias no Brasil

Entre os convidados internacionais, já confirmaram presença:

Steven Ruggles - University of Minnesota

Peter McDonald - Australian National University

Emily Grundy - London School

Versão completa do programa, clique aqui.

Sua Inscrição

Para sua participação, faça download da Ficha de Inscrição, preencha e envie à Secretaria da Abep, através do e-mail: secretaria@abep.org.br.

Será fornecido certificado de participação.

Saiba mais

VIII Encontro Nacional sobre Migrações (GT Migração)

GT Migração

GT Migração

23/10/2013
O GT de Migração da Associação Brasileira de Estudos Populacionais (Abep) e o Programa de Pós-Graduação em Demografia do Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional da UFMG têm o prazer de convidá-los a participar do VIII Encontro Nacional sobre Migrações, que se realizará de 23 a 25 de Outubro de 2013, em Belo Horizonte.
No evento serão apresentados os artigos científicos selecionados a partir da submissão de resumos expandidos encaminhados à Comissão Científica do Encontro e aprovados para exposição oral. Nesse ano o encontro tem como tema central: Reflexões teóricas sobre a migração no início do século XXI
 
Os Anais estão disponíveis em: http://www.ndrunioeste.com.br/ebooks-publicações
Saiba mais

Logo da ABEP

Associação Brasileira de Estudos Populacionais

Contato

secretaria@abep.org.br