Notícias

Este número da Aletria pretende acolher trabalhos que investiguem formas várias de errância humana rumo à sobrevivência. Caminhar, ocupar, refugiar, embarcar, migrar, exilar, fugir são alguns dos trajetos cuja tarefa de reflexão e de questionamento a literatura e as artes há muito tomaram para si.

As noções de fronteira, de identidade, de nostalgia colonial, nas primeiras décadas do século XXI vêm colocando em xeque demarcações binárias, tais como dentro e fora; público e privado; inclusão e exclusão; bem e mau; nacional e o estrangeiro; poder soberano e vida nua, entre outras postulações.

A chamada propõe, assim, reunir reflexões teóricas, estudos críticos e resenhas que tentam alargar conceitualmente novas formas de vida numa cartografia diversa da elaborada pela Idade Moderna.

Organização: Sabrina Sedlmayer (UFMG) e Elisa Amorim (UFMG).

Data limite para submissões: 31 de janeiro de 2018.

Matéria completa

Fonte: site da Revista de Estudos de Literatura - Aletria

This issue of Transfers presents a series of articles that indirectly take up the concept of transfers in different ways. Transfers, they suggest, might be thought of in terms of circulations, assemblages, entanglements, mobile social practices, networks of movement, moving onward, migrations, and the choreographies of bodies within practices of transport.

Please visit the Berghahn website for more information about the journal 

Volume 7, Issue 2, 2017

Editorial - Mimi Sheller and Gijs Mom
Articles - Is the Kingdom of Bicycles Rising Again?: Cycling, Gender, and Class in Postsocialist China - Hilda Rømer Christensen
Movement, Practice, and a Musical Tradition between Mexico and the United States - Alejandro Miranda
Moving Onward?: Secondary Movers on the Fringes of Refugee Mobility in Kakuma Refugee Camp, Kenya Jolien Tegenbos and Karen Büscher
Migration as a Response to Internal Colonialism in Brazil - Terry-Ann Jones
A Genealogy of Sexual Harassment of Female Passengers in Buenos Aires Public Transport - Dhan Zunino Singh
Ideas in Motion - Automobiles and Socioeconomic Sustainability: Do We Need a Mobility Bill of Rights - Daniel Newman
Mobility and Art - Wake in Guangzhou: The History of the Earth - Maria Thereza Alves
Museum Review - Historical Fragments' Mobile Echo: Encountering the Current Refugee Crisis with Ai Weiwei - Susan E. Bell and Kathy Davis
Film Review - Ovarian Psycos: An Urban Cadence of Power and Precarity - Jennifer Ruth Hosek
Book Reviews - Michael K. Bess, David Lipset, Kudzai Matereke, Stève Bernardin, Katharine Bartsch, Harry Oosterhuis, Samuel Müller, Frank Schipper, Benjamin D'Harlingue and Katherine Roeder

Be sure to recommend Transfers to your institution's library: http://journals.berghahnbooks.com/transfers/library-recommendations/

Contact: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

A Travessia – Revista do Migrante foi fundada em maio de 1988 e completa 30 anos em 2017. Os 30 anos de Travessia foram trilhados com gestos concretos e olhar crítico de pessoas sensíveis às realidades dos migrantes e com interesse em contribuir para conhecê-las melhor. Nesses 30 anos foram diversas as questões transversais, algumas inclusive com disciplinas próprias como trabalho, cultura, política, identidade, educação, questão agrária, violência, direitos humanos, etc.  implicadas à migração e o permanente fazer e refazer dos migrantes em suas travessias na busca por melhores condições de vida e dignidade humana.

O Seminário “30 Anos de Travessia” discutirá a trajetória da revista e alguns dos temas citados com alguns de seus tantos colaboradores.

Data: 9 e 10 de novembro de 2017, das 9h às 18h.

Local: Missão Paz, São Paulo. Rua do Glicério, 225. Bairro Liberdade. São Paulo-SP

Clique aqui para efetuar as inscrições

Para maiores informações entrar em contato: travessia@missaonspaz.org

Realização: CENTRO DE ESTUDOS MIGRATÓRIOS/MISSÃO PAZ

Programação

Descripción

El tema central de esta edición del Panorama Social de América Latina es la desigualdad social, considerada como un desafío fundamental y un obstáculo para el desarrollo sostenible. Se abordan algunos de los ejes y dimensiones de la desigualdad social, llamando la atención sobre la forma en que estos se entrecruzan y se potencian mutuamente. En sus distintos capítulos se examinarán las desigualdades en la distribución del ingreso (personal y funcional) y de la propiedad, las desigualdades a lo largo del ciclo de vida, las desigualdades en el uso del tiempo entre hombres y mujeres, y la situación de las poblaciones afrodescendientes como una de las manifestaciones de las desigualdades étnico-raciales. Asimismo, se analizan las tendencias recientes en cuanto a los recursos públicos disponibles para financiar políticas sociales capaces de hacer frente a la pobreza y la desigualdad y promover un desarrollo social inclusivo.

Matéria completa

Fonte: site da CEPAL

26 de janeiro de 2018 @ Lisboa
 
Com o intuito de ultrapassar fronteiras, confluir interesses e criar redes interativas de cooperação entre Universidades, Centros de Investigação e Investigadores portugueses e estrangeiros, que investiguem sobre a lusodescendência, o Observatório dos Lusodescendentes está a organizar o Fórum Luso#Estudos / Edição 2018, a realizar no próximo dia 26 de janeiro em Lisboa.
Neste sentido, o Fórum Luso#Estudos / Edição 2018 será um Fórum de trabalho aberto onde serão reunidos, num mesmo espaço físico, todos os intervenientes que aceitarão este desafio: descobrir os estudos mais recentes sobre a temática, encontrar financiamentos para nova investigação e/ou estudos, divulgá-los e transformá-los em ferramentas de políticas públicas para melhor conhecer, servir e apoiar a diáspora portuguesa lusodescendente no mundo.
Deste modo, gostaríamos de convidá-lo a participar deste encontro científico. Poderá consultar em anexo a chamada de trabalhos e enviar-nos até o próximo dia 31 de outubro a sua proposta de comunicação. 
 

Please publish modules in offcanvas position.