Notícias

Com organização das pesquisadoras Dra. Maria Alice Rosa Ribeiro (CMU) e Dra. Maisa Faleiros da Cunha (Nepo/Unicamp), edição apresenta nove artigos que exploram a interdisciplinaridade entre as áreas.
 
Está no ar a 34ª edição da Resgate - Revista Interdisciplinar de Cultura, que apresenta o dossiê “História Econômica e Demografia Histórica (Parte 1)”, com organização da Dra. Maria Alice Rosa Ribeiro, pesquisadora colaboradora do CMU e professora aposentada da Universidade Estadual Paulista (Unesp/Araraquara), e da Dra. Maísa Faleiros da Cunha, pesquisadora do Núcleo de Estudos de População Elza Berquó (Nepo/Unicamp).
A proposta do dossiê investiu na interdisciplinaridade entre duas áreas autônomas da História, tendo como objetivo potencializar a compreensão dos acontecimentos e das transformações sociais e econômicas que se passaram em espaços geográficos específicos e em tempos determinados. “Partimos do pressuposto que o estudo da população é fundamental para entender os condicionamentos das transformações na vida material, na produção, distribuição e consumo de mercadorias, no trabalho, no dinheiro e no crédito. A história da população condiciona e é, ao mesmo tempo, condicionada pelas estruturas e pelas condições sociais, econômicas e culturais que se modificam e voltam a se reestruturar no tempo, segundo a ação de homens e mulheres, das gerações que fazem surgir novas formas na organização social, cultural e material do espaço e da paisagem”, afirmam as organizadoras. 
Em razão do grande número de submissões recebidas e aprovadas para publicação dentro do tema, esta primeira parte do dossiê reúne nove trabalhos de autores de diferentes instituições e regiões do país, sendo que a segunda parte apresentará outros dez textos, com previsão de publicação em março de 2018.
Assim, a partir de 2018, a Resgate deixará de ser publicada nos meses de junho e dezembro – que sempre coincidem com os períodos em que nossos colaboradores, autores e pareceristas, estão sobrecarregados com o fechamento de semestre –, passando a ser publicada nos meses de março e setembro, com a mesma periodicidade semestral.
 
A nova edição da Resgate pode ser lida no site da revista, sendo também possível fazer o download da edição completa em PDF clicando aqui.
 

"Os índices de 2015-2016, registrados no Estado de São Paulo, foram os menores já observados (10,8 óbitos infantis por mil nascidos vivos), o que é positivo, pois se encontra entre os menores do país. Por outro lado, sua redução vai se tornando cada vez mais difícil, posto que a eliminação das principais causas de morte depende de recursos mais especializados ou atuações mais eficazes em áreas com níveis ainda mais elevados. Diferenças importantes ainda são observadas nessas taxas e se tornam mais acentuadas nas regiões menores.

O presente trabalho procura analisar a mortalidade infantil segundo dois grupos etários: neonatal precoce e pós-neonatal, contando com as informações de nascimentos e óbitos infantis do Registro Civil do Estado de São Paulo, processadas continuamente na Fundação Seade, cujo sistema já ultrapassa um século. Examina, também, as variáveis apontadas na literatura como tendo alta relação com tais ocorrências, como baixíssimo peso ao nascer (abaixo de 1.500 gramas), pouca ou nenhuma frequência à consulta pré-natal e baixa idade da mãe ao ter o filho (menos de 18 anos)".

Acesse aqui o estudo completo

Convocatorias para envío de propuestas para participar de las revistas Periplos (Brasil) y Academia y crítica (Chile).

Ambas publicaciones tendrán como temática central "Las migraciones en la región", y se encuentran co-organizadas por los Grupos de Trabajo CLACSO Migración Sur Sur y Educación popular y pedagogías críticas.

Hasta el 20 de febrero de 2018 / REVISTA DE PESQUISA SOBRE MIGRAÇÕES (Brasil)

Hasta el 30 de abril de 2018 / REVISTA ACADEMIA Y CRÍTICA (Chile)

Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales (CLACSO)

Call for papers for the Migration Conference 2018 Lisbon 

The Migration Conference is one of the largest and most prestigious international events for migration scholars, practitioners and policy makers.

Attracting world class researchers from over 60 countries worldwide, the conference provides a friendly, supportive environment to receive feedback, share ideas, find inspiration and network.

The TMC2018 Conference will take place from the 26th - 28th June at the University of Lisbon, in the centre of Portugal's capital.

Paper Submission

Abstract and panel submissions for TMC2018 is open and the deadline for submission is 31st January 2018.

We invite submissions from a wide range of disciplines, academics, students, researchers, journalists, volunteers, government workers, third sector representatives.

For more information please visit the conference website

Página 1 de 63

Please publish modules in offcanvas position.