Homenagens

Heloisa Pagliaro

Faleceu, no dia 15 de setembro, nossa querida companheira Heloísa Pagliaro.

Heloísa graduou-se em Sociologia e Política pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, fez o Mestrado em Demografia na Université de Paris 1. Visando ao doutorado, fez um trabalho de campo intenso, qualitativo e quantitativo, junto às comunidades indígenas Kaiabi do Parque Indígena do Xingu, tendo obtido o grau de doutora em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo. Nos últimos vinte anos, dedicou-se aos estudos sobre demografia dos povos indígenas, sendo pioneira no Brasil nesse campo do conhecimento. Como participante da equipe do Projeto Xingu, do Departamento de Medicina Preventiva da Universidade Federal de São Paulo, publicou importantes trabalhos sobre a demografia de povos xinguanos com análises de dados coletados desde a década de 1960.

Em 2003, realizou pesquisa de campo junto aos Kamaiurá do Parque Indígena do Xingu, cujos resultados estão registrados em vários artigos. Os textos de Heloísa, por sua sofisticação antropológica e demográfica, em particular nas áreas de fecundidade e mortalidade, tornaram-se referências. Suas pesquisas estão entre as mais rigorosas já realizadas no Brasil e na América Latina sobre demografia indígena. Desempenhou importante papel nas análises dos dados censitários do Brasil sobre os indígenas e nos debates recentes sobre o aprimoramento de coleta de informações sobre esses povos para o Censo 2010.

Entre outros pontos, Heloísa defendeu enfaticamente a coleta de informações sobre pertencimento étnico indígena, o que se transformou em proposta incorporada pelo IBGE para aquele censo. Foi fundadora e principal articuladora do Grupo de Trabalho em Demografia dos Povos Indígenas da ABEP, cuja criação ensejou o desenvolvimento da demografia antropológica na América Latina. Seus trabalhos foram amplamente divulgados, tendo sido a organizadora principal do primeiro livro sobre Demografia dos Povos Indígenas no Brasil, publicado pela FIOCRUZ em 2005.

Em 2009, coordenou a edição do dossiê «Povos Indígenas do Brasil», publicado no volume 57 do Caderno CRH, que foi lançado no XVII Encontro da ABEP no ano de 2010.

Heloisa, grande amiga e companheira de viagens e sonhos, de uma generosidade ímpar, compartilhou seu conhecimento com toda a equipe do Projeto Xingu e alunos de extensão. Helô fazia questão de estar presente e conhecer a realidade da área indígena, acompanhando seus alunos em todas as fases da produção de conhecimento, aliando a prática à possibilidade da teoria e reflexão. Incansável e radical defensora dos direitos dos povos indígenas e da justiça social, Helô, companheira meiga e generosa, não hesitava em compartilhar informações e ideias inovadoras, além de deixar um legado de ética, dignidade, coerência e solidariedade.

Coordenação do GT de Demografia dos Povos Indígenas da ABEP, Red Demografia Indígena da ALAP, amigos e colegas.

Setembro 2012

 

Fonte: http://www.alapop.org/alap/SerieInvestigaciones/Serie12/Serie12_Art2.pdf

Please publish modules in offcanvas position.