Vozes e silenciamentos em Mariana: crime ou desastre ambiental?

Desastre de Mariana é tema de livro de alunos do Labjor/Unicamp, que será lançado no dia 18 de outubro, com debate de especialistas sobre 'Múltiplos efeitos de Mariana'

No dia 18 de outubro, às 14:30, no auditório do DGA (Diretoria Geral da Administração) da Unicamp, será lançado o livro “Vozes e silenciamentos em Mariana: crime ou desastre ambiental?”, organizado pela jornalista, professora e pesquisadora Graça Caldas e com textos de seus 35 alunos do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor) da Unicamp.

Autores e a organizadora  do livro promovem também neste dia um debate (ver programação abaixo) sobre "Os múltiplos efeitos de Mariana",em seus aspectos ambientais, sociais, políticos, econômicos, históricos e midiáticos. A mesa-redonda será composta pelo biólogo Carlos Joly (IB/Biota-Fapesp - Unicamp), os sociólogos Roberto do Carmo (IFCH/Nepo - Unicamp) e Olga von Simson (FE/Centro de Memória - Unicamp) e o jornalista Mateus Parreiras, do jornal O Estado de Minas, premiado pela cobertura do desastre. 

No dia 5 de novembro próximo, o rompimento da barragem do Fundão da empresa de mineração Samarco,  em Bento Rodrigues, Mariana(MG), completará dois anos. O desastre ambiental considerado pelos especialistas como o maior do Brasil, deixou um saldo de 19 mortes e em suspenso a vida da comunidade local que até hoje espera por promessas não cumpridas.

Uma história para não ser esquecida

O livro, em formato digital (ou impresso sob demanda), conta a trajetória do desastre, seus antecedentes e desdobramentos. É uma história para não ser repetida ou esquecida. Foi elaborado por 35 alunos da disciplina Linguagem: Jornalismo, Ciência e Tecnologia, sob a orientação da jornalista e professora do Labjor/IEL/Unicamp, Graça Caldas. A edição final é das jornalistas Graça Caldas e Adriana Menezes, o projeto gráfico e editoração de Fabiana Bressano e a edição de fotografia de Camila Brunelli.

Com 352 páginas amplamente ilustradas, o livro, uma construção coletiva, tem sete capítulos: Meio Ambiente, Política e Economia: uma difícil equação; A vida antes da tragédia; Da água para a lama; Viagem ao epicentro; O desastre ambiental: Vozes e visibilidade; Memória e esquecimento.

O lançamento do livro contará com a presença do Coordenador do Labjor, Carlos Vogt, da coordenadora do Cocen (Coordenação de Centros e Núcleos), Ana Carolina de Moura, da Coordenadora do Nudecri (Núcleo de Desenvolvimento da Criatividade), Simone Pallone, também pesquisadora do Labjor.

PROGRAMAÇÃO:

14:30: Abertura do evento com Carlos Vogt (Coordenador do Labjor), Ana Carolina de Moura Delfim Maciel (Cocen), Simone Pallone (Nudecri/Labjor) e Graça Caldas (Labjor)

15:00: Mesa-redonda de apresentação do livro: Graça Caldas, Adriana Menezes, Fabiana Grassano e Camila Brunelli

15:20: Café

15:30: Mesa-redonda OS MÚLTIPLOS EFEITOS DE MARIANA

Efeitos ambientais: Carlos Joly (IB-Unicamp/Biota)

Efeitos sociais: Roberto do Carmo (IFCH/Nepo-Unicamp)

Efeitos de memória: Olga Von Simson (FE e Centro de Memória-Unicamp)

Efeitos na mídia: Mateus Parreiras (O Estado de Minas)

17:00 às 18h00: Debate e encerramento

Informações adicionais:

Graça Caldas: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. / 19-996011389

Adriana Menezes: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. / 991124637

Please publish modules in offcanvas position.