Mostra internacional de cinema inaugura celebrações do Dia Mundial do Refugiado no Brasil

Durante o mês de junho, cinco capitais brasileiras exibirão filmes com diferentes visões sobre o tema do refúgio.

Neste ano, as celebrações do Dia Mundial do Refugiado (20 de junho) começarão mais cedo no Brasil. Na próxima 5ª feira (1º de junho), o ACNUR (Agência da ONU para Refugiado) e seus parceiros inauguram a mostra de cinema “Olhares sobre o Refúgio”, que percorrerá cinco capitais brasileiras durante todo o mês de junho, com diferentes visões sobre o tema.

Com produções inéditas no circuito nacional, a mostra “Olhares sobre o Refúgio” oferecerá ao público a visão de diretores brasileiros e estrangeiros sobre os dilemas, dificuldades e conquistas de refugiados em diferentes partes do mundo.

A mostra começa por Curitiba, com o documentário “Bem-vindo ao Canadá”, um curta metragem produzido em 2016 sobre a história de um jovem refugiado sírio que vive naquele país e ajuda outros refugiados recém-chegados a reconstruírem suas vidas. Na capital paranaense, a mostra segue em cartaz até o dia 4 de junho, na Cinemateca de Curitiba (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1.174), às 19hs, com entrada franca.

Além de Curitiba, a mostra “Olhares sobre o Refúgio” passará pelo Rio de Janeiro (nos dias 6, 13, 20 e 27 de junho), Porto Alegre (de 8 a 11 de junho), Brasília (17 de junho) e São Paulo (de 22 a 27 de junho), sempre com entrada franca – veja abaixo a programação completa.

Os outros títulos da mostra são os inéditos “Exodus: de onde eu vim não existe mais” (Brasil e Alemanha, 2016), “Estou com a Noiva” (Itália e Palestina, 2014) e a “Casa de Lúcia” (Brasil, 2017), além do documentário ficcional “Era o Hotel Cambridge” (Brasil, 2017), já exibido no circuito comercial.

Mais informações

Please publish modules in offcanvas position.