Chamada de Trabalhos - GT Migrações, Mobilidades e Deslocamentos, na XII RAM

Esta proposta pretende dar continuidade aos GTs desenvolvidos sobre a questão migratória nas Rams de 2005, 2007, 2009, 2011, 2013 e 2015 que tem agregado pesquisadores que estudam os processos migratórios em cenários e perspectivas diversas. No contexto contemporâneo, a questão migratória tem adquirido visibilidade cada vez maior devido aos crescentes conflitos envolvendo grupos migrantes em múltiplos níveis. Também registramos que os deslocamentos e mobilidades são cada vez mais fluidos e ambíguos e que o que começa com uma vigame de estudos ou de férias pode acabar se consolidando em uma migração. Por outro lado as barreiras para migrantes e refugiados nunca foram tão grandes. Contudo, as mobilidades, tanto contempor&a circ;neas quanto históricas continuam um instigante objeto de pesquisa, revelam o quanto há, ainda, para ser investigado e acenam para a complexidade de tais dinâmicas e fluxos. Este GT tem por objetivo agregar estudos e pesquisas que tenham por “objeto” os processos migratórios em suas diversas interfaces: políticas, econômicas, culturais, demográficas, históricas, lingüísticas, entre outras, buscando a troca de experiências de pesquisa de uma forma ampliada e diversificada. Além disso, pretende-se, por meio desta proposta, fortalecer a troca de experiências metodológicas, uma vez que a interdisciplinaridade e a dinâmica de tais processos têm alertado os pesquisadores sobre a constante vigilância epistemológica que deve ser exercitada nos processos de pesquisa nestes contextos de trânsitos e de circulação.

Esta proposta pretende agregar, igualmente, estudos migratórios históricos e de longa abrangência temporal que situem diferentes gerações de migrantes e seus descendentes, fato também comum em muitos dos Estados nacionais contemporâneos, especialmente na América do Sul.

Ao mesmo tempo em que a globalização econômica desnacionaliza as economias nacionais, cada vez mais a imigração renacionaliza a política. Quando está em jogo a migração internacional, o discurso em favor da abolição de controles para os fluxos de capitais, mercadorias e informações se transforma rapidamente em discurso de intervenção sobre as fronteiras e os deslocamentos populacionais. Mais do que simples processos de deslocamento espacial de populações, as migrações aparecem como questão política da maior relevância, e controlá-las se torna uma obsessão inclusive nos países com programas de aceitação de trabalhadores migrantes. Mesmo quando o trabalho destes é considerado necessário, estão em primeiro plano razões não econômicas para sua rejeição, como a intolerância à diversidade cultural, racial e étnica, o medo da criminalidade e, crescentemente, a preocupação com possíveis ameaças terroristas.

Paralelamente, no plano mais simbólico, há também uma influência de mitos nacionais e auto-imagens nas políticas de imigração, com os defensores dos imigrantes muitas vezes evocando vínculos entre identidade nacional e liberalidade com imigrantes, ou ainda remetendo ao passado de emigração dos seus próprios países.

Palavras-chave: Imigração, política migratória, etnicidade, deslocamentos populacionais, mobilidade.

Prazo para envio de resumos: até 10 de julho

Data aprovação das apresentações: até 16 de outubro.

As propostas deverão conter:

  • Título do trabalho
  • Nome do/a autor/a ou autores/as
  • Inserção acadêmica
  • Dados: email (pessoal e/ou institucional)
  • No máximo 250 palavras, com até cinco palavras-chave

Importante: tanto os resumos como as apresentações deverão ajustar-se ao formato proposto pela Revista Avá (Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social. FHyCS-UNaM) http://www.ava.unam.edu.ar/

Local: Posadas, Misiones, Argentina

Período: 04/12/2017 a 07/12/2017

Coordenadoras: Miriam de Oliveira Santos (UFRRJ- Brasil)Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.;   Marta M. Maffia  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Debatedora: Maria Catarina Chitolina Zanini (UFSM, Brasil) Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Please publish modules in offcanvas position.